Consenho Nacional do Café
22.05 - BSCA realiza curso de Processamento de Café CQI no Brasil 22.05 - Minasul: Expocafé 2018 supera expectativas 21.05 - Minasul comemora dia "D" para o fechamento de negócios na Expocafé 18.05 - Semana: CNC coordena seminário sobre estatísticas do café 11.05 - CNC - Balanço Semanal de 07 a 11/05/2018 10.05 - Encontro no Cerrado Mineiro foca em produção diante das mudanças climáticas 09.05 - ´Vivendo café e gerando valor compartilhado´ é o tema dos 25 anos da Expocaccer 09.05 - Café especial: Brasil se consolida como fornecedor de qualidade no mercado dos EUA 09.05 - Dados oficiais de café devem ser levados mais a sério, diz superintendente da Cooxupé 04.05 - CNC - Balanço Semanal de 30/04 a 04/05/2018 27.04 - Semana: CNC anuncia segunda edição do Prêmio Café Brasil de Jornalismo 20.04 - CNC - Balanço Semanal de 16 a 20/04/2018 18.04 - Negócios, palestras e seletiva de barismo. Veja destaques do 1º dia do Simcafé 18.04 - Encontro debate produção de café diante de mudança climática no Cerrado Mineiro 17.04 - Café especial: ações internacionais em março devem gerar US$ 13,4 milhões 17.04 - Cooxupé analisa cafeicultura com otimismo para 2018 10.04 - 10º Simcafé promete muita informação e novidades a partir desta terça 17.04 - Cooperado da Expocaccer vence 27º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café 13.04 - COMUNICADO: Fórum Mundial de Produtores de Café se tornará uma Organização 13.04 - Semana: CNC defende sustentabilidade econômica nas reuniões da OIC
Notícias - Café na Mídia

Café: colheita ganha ritmo no Paraná
Folha de Londrina
23/05/2018

Produtores, trabalhadores e máquinas no campo para o início da colheita do café no Paraná e, claro, em todo o País. No Estado, aproximadamente 10% a 15% da área de 37,9 mil hectares já foi colhida e os ânimos dos cafeicultores paranaenses, digamos, oscilam dependendo de cada caso e região. Para alguns, a forte estiagem que castigou as lavouras recentemente atrapalhou a qualidade e formação dos grãos. Já para os especialistas, esse impacto só chega na próxima safra. A reportagem da FOLHA foi a campo e traz uma análise da cultura enquanto a colheita, que segue até agosto, ganha ritmo. Ainda há expectativa de bons resultados.

 

No próximo dia 24 de maio é comemorado o Dia Nacional do Café e quando avalia-se o País como um todo as projeções não poderiam ser mais otimistas. O 2º levantamento da safra 2018, divulgado nesta semana pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), aponta para um volume histórico de 58 milhões de sacas beneficiadas. O crescimento é 29,1% em relação aos 44,9 milhões de sacas do ano anterior. Vale dizer que o café é uma cultura bianual e 2018 trata-se da safra positiva que, associada às boas condições climáticas, justificam o provável recorde produtivo em todo o território nacional.

 

No Paraná, a empolgação é menor, mas existe. Desde 2013 houve uma inversão produtiva devido a uma forte geada, portando o Estado está em período de bienalidade negativa. Mesmo assim, há expectativa de atingir a marca de 1 milhão de sacas. Já a produtividade média do Estado deve ficar em 27 sacas por hectare, uma saca a menos quando comparado à safra anterior. "Estamos na (safra de) baixa, era para cair mais a produção, mas como as condições climáticas foram favoráveis (no ano passado), o café se recuperou e está produzindo muito bem este ano. Não tivemos uma bienalidade marcante", explica o coordenador do Projeto Piloto do Café e engenheiro agrônomo da Emater, Cilésio Abel Demoner.

 

Para o especialista, entre todos os fatores que influem na produtividade do café paranaense, o produtor precisa olhar com mais cuidado um assunto específico: a fertilidade do solo. "Nosso solo é um dos melhores, mas há barreiras químicas que afetam a produtividade e todo o manejo. Não adianta jogar adubo, tem que resolver lá embaixo, aliado a uma cobertura de solo. Hoje o produtor está consciente de que o solo não pode ficar descoberto, o sol batia diretamente e ele chegava a brilhar. É preciso cobertura com braquiária, adubação verde, e isso tem ajudado muito na produtividade do café."

 

ASSISTÊNCIA DEFICITÁRIA E AUDIÊNCIA PÚBLICA

Outro ponto que sem dúvida atrapalha o desenvolvimento da cafeicultura paranaense – que já foi tão forte no passado – é a falta de assistência técnica em todo o parque cafeeiro. A Emater estima que essa atenção sistemática só acontece atualmente para cerca de mil cafeicultores no Estado – por meio do Projeto Piloto do Café, que acontece em parceria com a Anater (Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural) - com um investimento de R$ 6,23 milhões. Outros incríveis sete mil produtores estão desassistidos. "Os produtores assistidos já superam as 30 sacas beneficiadas por hectare. O problema é que temos muitos pequenos que não recebem assistência técnica e estão produzindo de 12 a 15 sacas por hectare", explica Demoner.

 

Para mostrar a importância de fomentar políticas públicas em relação à cultura, entidades encabeçadas pela Câmara Setorial do Café promovem uma reunião na Assembleia Legislativa do Paraná no dia 29 de maio. A ideia é apresentar um histórico da cafeicultura e sua viabilidade para pequenos produtores, grande maioria no Estado. "Hoje temos basicamente pequenos produtores, com área de cinco a seis hectares, (que precisam) desde a assistência técnica, pesquisa, crédito rural, equipamentos comunitários para a colheita. Por meio de políticas públicas, precisamos estruturar essas lavouras e trazer todas as informações necessárias para ter um café de qualidade".

NY - ICE US (US$ cents / lb-peso)
Contrato 23/05/18 24/05/18 Dif.
Jul/18 119,35 120,55 1,20
Set/18 121,65 122,80 1,15
Dez/18 125,20 126,35 1,15
ICE Europe (US$ por tonelada)
Contrato 23/05/18 24/05/18 Dif.
Mai/18 1726 1730 4,00
Jul/18 1751 1755 4,00
Set/18 1741 1744 3,00
SP - BM&FBovespa (US$/saca)
Contrato 23/05/18 24/05/18 Dif.
Set/18 144,45 145,95 1,50
Dez/18 147,95 149,50 1,55
Mar/19 154,40 156,00 1,60
CEPEA ESALQ/USP (R$ a vista)
Variedade 22/05/18 23/05/18 Dif.
Arábica 6 455,47 451,98 - 3,49
Robusta 6 336,60 331,38 - 5,22
Dólar Comercial
US$ 1 22/05/18 23/05/18 Dif.
R$ 3,6447 3,6251 - 0,02
CNC - Sede Brasília (DF)
SCN Qd. 01, Bloco C, nº 85, Ed. Brasília Trade Center - Sala 1.101
Brasília (DF) - CEP: 70711-902
Fone / Fax: (61) 3226-2269 / 3342-2610
E-mail: presidente@cncafe.com.br
CNC - Representação São Paulo (SP)
R. Treze de Maio, nº1558 - 6º andar
Bela vista, São Paulo (SP) - CEP: 01327-002
Fone: (11) 3284-6800 / Fax: (11) 3287-4600
E-mail: presidente@cncafe.com.br

Desenvolvido por Solute