Consenho Nacional do Café
20.04 - CNC - Balanço Semanal de 16 a 20/04/2018 18.04 - Negócios, palestras e seletiva de barismo. Veja destaques do 1º dia do Simcafé 18.04 - Encontro debate produção de café diante de mudança climática no Cerrado Mineiro 17.04 - Café especial: ações internacionais em março devem gerar US$ 13,4 milhões 17.04 - Cooxupé analisa cafeicultura com otimismo para 2018 10.04 - 10º Simcafé promete muita informação e novidades a partir desta terça 17.04 - Cooperado da Expocaccer vence 27º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café 13.04 - COMUNICADO: Fórum Mundial de Produtores de Café se tornará uma Organização 13.04 - Semana: CNC defende sustentabilidade econômica nas reuniões da OIC 12.04 - Ações no mercado, como divulgação em novela, mostram arrojo da Expocaccer 11.04 - Cooperativismo sustenta o avanço da produção brasileira de café 11.04 - Expocaccer promove programa com foco na qualificação dos cooperados 11.04 - Cocapec: 10º Simcafé acontece de 17 a 19 de abril 10.04 - Em Franca (SP), simpósio reúne produtores da Alta Mogiana 10.04 - Alta Mogiana sedia pela 1ª vez pré-seletivas para Campeonatos Brasileiros de Barismo 10.04 - Café especial fez surgir novos profissionais da área 09.04 - CAFÉ/CNC: Governo liberou recursos para contribuição anual à OIC 09.04 - Minasul elege Conselho Fiscal 2018-2019 09.04 - Cocatrel orienta cooperados a monitorarem cafezais para o início da colheita 06.04 - Semana: trabalho do CNC garante pagamento do Brasil à OIC
Notícias - Pautas CNC

FENICAFÉ: política traz benefícios extraordinários ao setor, diz presidente do CNC
Agência SAFRAS
14/03/2018

Fábio Rübenich

A política traz benefícios extraordinários à cafeicultura brasileira, disse o presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Silas Brasileiro, durante a Feira Nacional da Irrigação em Cafeicultura (Fenicafé 2018), que ocorre até amanhã em Araguari, no Triângulo Mineiro.

Por exemplo, quando atuava na Secretaria de Agricultura de Minas Gerais, Brasileiro ajudou a criar o programa Certifica Minas. "Hoje esse programa está ampliado, representa muito para o produtor e não custa praticamente nada a ele. Então, a política é importante, ela é fundamental", assinalou.

Também conforme o presidente do CNC, o orçamento para o setor cresce a cada ano por conta da participação ativa daqueles que representam os produtores junto aos agentes do governo. "É uma ação que se faz em mão dupla, mas em prol dos nossos cafeicultores", frisou.

Safra 2018
Há uma indefinição quanto ao volume da safra de café que será colhida em 2018, muito embora se saiba que será maior que a produzida no ano passado. "Mas não faltarão programas caso sejam necessários para nossos produtores ficarem tranquilos", disse Silas Brasileiro.

O presidente do CNC lembrou que o setor buscou apoio do governo há alguns anos, quando os preços estavam muito baixos, através de um programa de opções de venda, para três milhões de sacas de café, que acabaram não sendo exercidas, uma vez que o mercado reagiu.

Ciência e política
Segundo Silas Brasileiro, "se queremos avançar no nosso setor, precisamos do conhecimento, da ciência, e da tecnologia. Tudo isso é fundamental. Mas precisamos também da política. Sem o complemento da ciência e do conhecimento com a política não conseguiríamos ir adiante".

Mudanças no Mapa
O presidente do Conselho Nacional do Café lembrou que a cafeicultura tem sofrido muito ultimamente. Nos últimos anos, uma sucessão de oito ministros diferentes dentro do Ministério da Agricultura dificultou a vida do setor. "Quando estávamos começando a formular uma política, mudava o ministro e começava tudo de novo. Daí acontecia novamente", assinalou.

De acordo com Brasileiro, o fato mais inusitado durante este período foi o cancelamento do Departamento de Café por parte de um dos ministros. "Foi uma das coisas mais agressivas que jamais imaginávamos que um dia pudesse acontecer. Mas isso nós conseguimos reconquistar através do nosso secretário executivo Eumar Novacki. Ele tem feito a diferença dentro do Mapa".

Contribuição à OIC
No ano de 2016, o Brasil não pôde participar das comissões nem ter voz na Organização Internacional do Café (OIC) porque não tinha pagado sua contribuição para a entidade. Já no ano passado, o secretário-executivo do Mapa, Eumar Novacki, determinou o pagamento da taxa, retirando os recursos de sua verba de gabinete. A informação foi repassada pelo presidente do CNC, Silas Brasileiro. Segundo ele, o fato está se repetindo em 2018. "Até hoje não pagamos a contribuição para a OIC, mas Novacki já se comprometeu e pagará a taxa até o dia 4 de abril para que possamos, na reunião do dia 7 de abril, no México, representar o Brasil", revelou.

NY - ICE US (US$ cents / lb-peso)
Contrato 23/04/18 24/04/18 Dif.
Mai/18 117,00 118,50 1,50
Jul/18 118,95 120,45 1,50
Set/18 121,00 122,50 1,50
ICE Europe (US$ por tonelada)
Contrato 23/04/18 24/04/18 Dif.
Mai/18 1736 1742 6,00
Jul/18 1769 1782 13,00
Set/18 1748 1759 11,00
SP - BM&FBovespa (US$/saca)
Contrato 23/04/18 24/04/18 Dif.
Set/18 147,00 148,55 1,55
Dez/18 148,30 150,25 1,95
Mar/19 153,55 155,50 1,95
CEPEA ESALQ/USP (R$ a vista)
Variedade 23/04/18 24/04/18 Dif.
Arábica 6 432,81 437,75 4,94
Robusta 6 324,83 326,37 1,54
Dólar Comercial
US$ 1 23/04/18 24/04/18 Dif.
R$ 3,4528 3,4693 0,02
CNC - Sede Brasília (DF)
SCN Qd. 01, Bloco C, nº 85, Ed. Brasília Trade Center - Sala 1.101
Brasília (DF) - CEP: 70711-902
Fone / Fax: (61) 3226-2269 / 3342-2610
E-mail: presidente@cncafe.com.br
CNC - Representação São Paulo (SP)
R. Treze de Maio, nº1558 - 6º andar
Bela vista, São Paulo (SP) - CEP: 01327-002
Fone: (11) 3284-6800 / Fax: (11) 3287-4600
E-mail: presidente@cncafe.com.br

Desenvolvido por Solute