Consenho Nacional do Café
22.01 - Trabalho do CNC garante R$ 10 milhões para pesquisa cafeeira 22.01 - Barter: Cooperados da Minasul podem trocar café por educação de qualidade na UNIS 22.01 - CNC estima aumento da safra brasileira de café para entre 50 mi e 52 mi de sacas em 2018 19.01 - CNC - Balanço Semanal de 15 a 19/01/2018 15.01 - NEA levou conhecimento e capacitação sobre educação ambiental a estudantes em 2017 15.01 - BSCA divulga finalistas do concurso de melhores cafés especiais de colheita tardia 15.01 - Fenicafé 2018 chama a atenção para o uso consciente da água 11.01 - Rádio CNC: presidente Silas Brasileiro aborda alguns pontos da Lei 13.606 09.01 - FEMAGRI 2018 terá como tema produção responsável 09.01 - Educampo Expocaccer: Encontro Tecnológico possibilita troca de informações 22.12 - CNC - Balanço Semanl de 18 a 22/12/2017 15.12 - CNC - Balanço Semanal de 11 a 15/12/2017 14.12 - RÁDIO CNC - Presidente do CNC participa do lançamento do Selo Agro Mais Integridade 14.12 - RÁDIO CNC - Presidente do CNC critica PL nº 3.562/2016 da ALMG 08.12 - CNC - Balanço Semanal de 04 a 08/12/2017 05.12 - Jornalistas são premiados por reportagens sobre café 1º.12 - Conheça os vencedores do Prêmio Café Brasil de Jornalismo – 2017 1º.12 - CNC - Balanço Semanal de 27/11 a 1º/12/2017 24.11 - CNC - Balanço Semanal de 20 a 24/11/2017 21.11 - Expocaccer lança 16ª edição da Campanha Natal Feliz
Notícias - Pautas CNC

CNC - Balanço Semanal de 11 a 15/12/2017
P1 / Ascom CNC
15/12/2017

 

BALANÇO SEMANAL — 11 a 15/12/2017

 

Presidente do CNC participa de lançamento do Selo Agro Mais Integridade com presidente Michel Temer e ministro Blairo Maggi

 

 

AGRO MAIS INTEGRIDADE — O presidente executivo do CNC, deputado Silas Brasileiro, participou, na terça-feira, 12, ao lado do presidente da República, Michel Temer, e do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, no Palácio do Planalto, da cerimônia de lançamento do selo Agro Mais Integridade, que é um reconhecimento às empresas e entidades do setor que adotam práticas de governança e gestão capazes de evitar desvios de conduta e de fazer cumprir a legislação, em especial, a Lei Anticorrupção (Lei 12.846, de 1º de agosto de 2013).

 

Entendemos que essa nova ferramenta de gestão possibilita que o mundo reconheça, cada vez mais, o envolvimento e o desenvolvimento do Brasil nas áreas de pesquisa e tecnologia da agropecuária. E quando nos voltamos ao café, ficamos extremamente satisfeitos, porque encabeçamos a fila da sustentabilidade mundial e esse compromisso permitirá que evidenciemos ainda mais as responsabilidades ambiental e social que a cafeicultura brasileira possui, sempre voltada ao justo retorno econômico aos atores da cadeia.

 

 

O selo Agro Mais Integridade será um atestado para os mercados doméstico e internacional de que a empresa produz sob os mais rigorosos critérios, não só em termos de valores éticos, como também de responsabilidade social e de sustentabilidade. Assim, reforçamos que o Plano Agro+ Integridade vai ao encontro do que o mercado demanda: ética, responsabilidade social e respeito ao meio ambiente.

 

Não obstante, também cremos que está em sintonia com a meta da gestão do ministro Blairo Maggi à frente do Mapa, que é a de aumentar a participação do agronegócio brasileiro no mercado internacional, de 7% para 10%, agregando valor e diversificando a pauta de exportações.

 

 

Na oportunidade, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e as empresas e entidades do agro firmaram, junto ao Governo Federal, o Pacto pela Integridade. O CNC acredita que esse compromisso é um passo relevante para o aprimoramento do ambiente entre órgãos públicos e privados do agro, gerando uma sinergia que tornará nosso setor ainda mais dinâmico, eficiente e proativo.

 

O Pacto pela Integridade representa um compromisso na implantação de políticas internas, procedimentos e regras (compliance) anticorrupção e tem o objetivo de envolver a sociedade como um todo, de maneira que se evitem ações ilícitas e que essas, caso ocorram, sejam repudiadas por todos e não apenas pelas autoridades públicas.

 

PRESIDÊNCIA DA BSCA

 

Nesta semana, a nossa associada BSCA comunicou que a nova presidente da Associação é Carmem Lucia Chaves de Brito, que comandará a entidade até 30 de novembro de 2018. O CNC congratula a nova gestão e entende que presidente e diretores possuem know-how e expertise para dar continuidade ao excelente trabalho de promoção para continuar abrindo mercados aos cafés especiais, evidenciando que o Brasil possui qualidade em quantidade e que produz frutos com diversidade de aromas e sabores devido às condições geográficas, aos investimentos realizados em pesquisa e tecnologia e à excelente gestão dos cafeicultores com foco em sustentabilidade.

 

Entendemos, ainda, que a eleição da nossa presidente vem ao encontro de uma tendência cada vez mais observada no mercado: a merecida conquista das mulheres em posição de destaque. Não obstante a diretoria executiva da Associação Brasileira de Cafés Especiais segue como responsabilidade da competente e uma das principais lideranças femininas na cafeicultura brasileira, Vanusia Nogueira. Reiteramos nossos parabéns à nova diretoria e reforçamos que o CNC contribuirá com nossa associada BSCA em tudo que se fizer necessário.

 

MERCADO — Apesar da reação esboçada nos últimos dois dias, os futuros do café voltaram a acumular queda nesta semana. O mercado apresentou baixa liquidez e a tendência é de esvaziamento devido à aproximação das festas de final de ano.

 

O movimento de valorização da moeda norte-americana foi um dos fatores de pressão sobre as cotações externas do café. No Brasil, o dólar comercial foi cotado ontem a R$ R$ 3,3365, com alta de 1,3% em relação à última sexta-feira. Ceticismo quanto à possibilidade de aprovação da reforma da previdência e a possibilidade de rebaixamento da nota de risco do Brasil pesam negativamente sobre o câmbio.

 

Em Nova York, o vencimento março de 2018 do contrato C encerrou a sessão de quinta-feira a US$ 1,2030, com desvalorização de 230 pontos ante o fechamento da semana anterior. Na ICE Futures Europe, o contrato janeiro/2018 do café robusta perdeu US$ 7 e foi cotado a US$ 1.743 por tonelada.

 

Segundo a Somar Meteorologia, há tendência de redução de precipitações sobre a Região Sudeste nos próximos dias. As pancadas de chuvas apresentarão menor intensidade em relação ao início da semana, com exceção ao Espírito Santo, que poderá receber elevados volumes acumulados em algumas áreas.

 

O mercado físico nacional continuou operando com baixa liquidez, conforme esperado para esta época do ano. Ontem, os indicadores calculados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) para as variedades arábica e conilon foram cotados a R$ 445,64/saca e a R$ 359,05/saca, apresentando variações de, respectivamente, 0,5% e -2,1% na comparação com o fechamento da semana anterior.

 

 

Atenciosamente,

Deputado Silas Brasileiro

Presidente Executivo

NY - ICE US (US$ cents / lb-peso)
Contrato 19/01/18 22/01/18 Dif.
Mar/18 121,25 122,55 1,30
Mai/18 123,70 125,00 1,30
Jul/18 126,10 127,35 1,25
ICE Europe (US$ por tonelada)
Contrato 19/01/18 22/01/18 Dif.
Jan/18 1776 1783 7,00
Mar/18 1756 1767 11,00
Mai/18 1742 1751 9,00
SP - BM&FBovespa (US$/saca)
Contrato 19/01/18 22/01/18 Dif.
Mar/18 154,50 155,85 1,35
Set/18 153,70 155,40 1,70
Dez/18 156,75 158,45 1,70
CEPEA ESALQ/USP (R$ a vista)
Variedade 19/01/18 22/01/18 Dif.
Arábica 6 443,86 445,71 1,85
Robusta 6 318,68 316,38 - 2,30
Dólar Comercial
US$ 1 19/01/18 22/01/18 Dif.
R$ 3,2013 3,2092 0,01
CNC - Sede Brasília (DF)
SCN Qd. 01, Bloco C, nº 85, Ed. Brasília Trade Center - Sala 1.101
Brasília (DF) - CEP: 70711-902
Fone / Fax: (61) 3226-2269 / 3342-2610
E-mail: presidente@cncafe.com.br
CNC - Representação São Paulo (SP)
R. Treze de Maio, nº1558 - 6º andar
Bela vista, São Paulo (SP) - CEP: 01327-002
Fone: (11) 3284-6800 / Fax: (11) 3287-4600
E-mail: presidente@cncafe.com.br

Desenvolvido por Solute