Consenho Nacional do Café
20.04 - CNC - Balanço Semanal de 16 a 20/04/2018 18.04 - Negócios, palestras e seletiva de barismo. Veja destaques do 1º dia do Simcafé 18.04 - Encontro debate produção de café diante de mudança climática no Cerrado Mineiro 17.04 - Café especial: ações internacionais em março devem gerar US$ 13,4 milhões 17.04 - Cooxupé analisa cafeicultura com otimismo para 2018 10.04 - 10º Simcafé promete muita informação e novidades a partir desta terça 17.04 - Cooperado da Expocaccer vence 27º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café 13.04 - COMUNICADO: Fórum Mundial de Produtores de Café se tornará uma Organização 13.04 - Semana: CNC defende sustentabilidade econômica nas reuniões da OIC 12.04 - Ações no mercado, como divulgação em novela, mostram arrojo da Expocaccer 11.04 - Cooperativismo sustenta o avanço da produção brasileira de café 11.04 - Expocaccer promove programa com foco na qualificação dos cooperados 11.04 - Cocapec: 10º Simcafé acontece de 17 a 19 de abril 10.04 - Em Franca (SP), simpósio reúne produtores da Alta Mogiana 10.04 - Alta Mogiana sedia pela 1ª vez pré-seletivas para Campeonatos Brasileiros de Barismo 10.04 - Café especial fez surgir novos profissionais da área 09.04 - CAFÉ/CNC: Governo liberou recursos para contribuição anual à OIC 09.04 - Minasul elege Conselho Fiscal 2018-2019 09.04 - Cocatrel orienta cooperados a monitorarem cafezais para o início da colheita 06.04 - Semana: trabalho do CNC garante pagamento do Brasil à OIC
Notícias - Associados

Café: Cooxupé informa que potencial da safra 2018 está comprometido
Agência Estado
25/10/2017

As mais recentes chuvas na área de atuação da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), do sul de Minas, ocorreram nos últimos dez dias de setembro. Com isso, as lavouras, até então submetidas a um intenso estresse hídrico e térmico, responderam ao estímulo provocado pelas águas com a abertura de uma grande florada, apontada pelo Departamento de Desenvolvimento Técnico da Cooxupé como a principal. Ocorre, porém, que as altas temperaturas e a falta de chuvas prenunciam que a safra de 2018 terá o potencial produtivo comprometido, informa a cooperativa, em comunicado.

 

O Departamento de Desenvolvimento Técnico relatou, ainda, que as temperaturas elevadas acompanhadas de déficit hídrico acentuado durante a florada, além de comprometerem a estrutura do botão floral (formação de flores anormais), reduzem o índice de pegamento e podem, até mesmo, provocar a queda dos "chumbinhos" recém-formados. "Este fato pode ter o seu efeito aumentado se as lavouras apresentarem alto índice de desfolha", informa a Cooxupé, considerada a maior cooperativa do setor do mundo e uma mais maiores exportadoras do grão do País.

 

O coordenador de Geoprocessamento da Cooxupé, Éder Ribeiro dos Santos, diz que em algumas regiões da área de ação da cooperativa esta já é a segunda florada mas, provavelmente, será a mais importante. Ele revela que em alguns municípios, entre os dias 16 e 18 de setembro ocorreram chuvas de baixo volume que estimularam a abertura de uma florada de baixa intensidade, em torno de 20% do potencial de florescimento. Contudo, mesmo esta florada teve o seu pegamento comprometido pelas condições adversas do tempo.

 

"Estamos preocupados não só com as altas temperaturas médias que estão sendo observadas durante o florescimento, mas com falta de continuidade das chuvas que foram responsáveis pela abertura da florada; com os termômetros registrando temperaturas máximas acima de 32 graus, com relatos de 37 e 38 graus em algumas regiões; com o índice de desfolha que está aumentando; com o déficit hídrico que continua elevado e, consequentemente, com a baixa disponibilidade de água no solo para os cafeeiros", explica dos Santos. "Acreditamos que todos estes fatores vão trazer impacto negativo para a próxima safra. O tamanho do impacto dependerá da intensidade destes fatores em cada região", acrescenta.

 

O gerente do Departamento de Desenvolvimento Técnico da Cooxupé, Mário Ferraz, afirma que apesar de 2018 ser bienalidade alta, o momento é de cautela. "Ainda não temos condições de falar qual será o tamanho da safra, mas já podemos adiantar que há grandes chances de ela não atingir a grandeza que esperávamos por conta dessas adversidades que estamos presenciando", conclui.

NY - ICE US (US$ cents / lb-peso)
Contrato 23/04/18 24/04/18 Dif.
Mai/18 117,00 118,50 1,50
Jul/18 118,95 120,45 1,50
Set/18 121,00 122,50 1,50
ICE Europe (US$ por tonelada)
Contrato 23/04/18 24/04/18 Dif.
Mai/18 1736 1742 6,00
Jul/18 1769 1782 13,00
Set/18 1748 1759 11,00
SP - BM&FBovespa (US$/saca)
Contrato 23/04/18 24/04/18 Dif.
Set/18 147,00 148,55 1,55
Dez/18 148,30 150,25 1,95
Mar/19 153,55 155,50 1,95
CEPEA ESALQ/USP (R$ a vista)
Variedade 23/04/18 24/04/18 Dif.
Arábica 6 432,81 437,75 4,94
Robusta 6 324,83 326,37 1,54
Dólar Comercial
US$ 1 23/04/18 24/04/18 Dif.
R$ 3,4528 3,4693 0,02
CNC - Sede Brasília (DF)
SCN Qd. 01, Bloco C, nº 85, Ed. Brasília Trade Center - Sala 1.101
Brasília (DF) - CEP: 70711-902
Fone / Fax: (61) 3226-2269 / 3342-2610
E-mail: presidente@cncafe.com.br
CNC - Representação São Paulo (SP)
R. Treze de Maio, nº1558 - 6º andar
Bela vista, São Paulo (SP) - CEP: 01327-002
Fone: (11) 3284-6800 / Fax: (11) 3287-4600
E-mail: presidente@cncafe.com.br

Desenvolvido por Solute